O que é WordPress, para que serve e principais recursos

O que é o WordPress?

WordPress

O WordPress é, basicamente, um CMS (Content Management System), que em português significa Sistema de Gerenciamento de Conteúdo. 

Em outras palavras, é um sistema usado para administrar sites, blogs, lojas virtuais, portais de notícia, áreas de membros e outros tipos de página.

Mas o que faz esse tal de CMS?

Como o próprio nome já diz, o objetivo do CMS é gerenciar o conteúdo de forma simples e prática. 

De forma mais específica, ele tem como missão facilitar a criação e a edição de conteúdos em um site sem a necessidade de usar uma linguagem de programação.

A ideia é tornar possível que até um produtor de conteúdo sem conhecimento algum em códigos consiga, de forma simples e intuitiva, gerenciar todo o seu portal, loja ou blog.

Isso engloba a criação de textos, uso de imagens e vídeos, elaboração de formulários, sem contar as várias opções de personalização do layout do site e muitas outras funções.

A proposta do WordPress é justamente democratizar o desenvolvimento de blogs profissionais a grandes sites para quem tem uma empresa, projeto, portfólio ou qualquer outra ideia.

E com um domínio tão expressivo do mercado, o WordPress obviamente não poderia ser um sucesso apenas entre os pequenos e médios produtores de conteúdo.

Pelo contrário, já que a plataforma é a escolhida de alguns dos maiores sites do mundo. Isso inclui as páginas online de grandes marcas, como o blog do console PlayStation, o site da BBC America e o da Forbes.

Conheça nossos preços de site em WordPress clique no botão abaixo:

Como ele funciona?

O WordPress possui duas versões disponíveis aos usuários: a plataforma WordPress.com e o WordPress.org.

A primeira é um serviço que oferece hospedagem gratuita de blogs e sites com o uso do software do WordPress.

A segunda é uma plataforma de código aberto, que você pode baixar gratuitamente no site oficial e instalar em um servidor de sua escolha. 

Para usar a plataforma gratuita, você vai precisar de um domínio e de uma hospedagem (sobre a qual vamos falar mais a frente neste guia). 

Não vamos entrar nas diferenças de ambos agora, pois falaremos sobre isso mais à frente. Por ora, é importante esclarecer a existência dessas duas formas de utilização do WordPress.

No mais, elas compartilham um sistema muito parecido. A ferramenta apresenta uma interface de gerenciamento do site. Nesta tela, você verá várias categorias, cada uma com funções específicas (e muito úteis) para o seu site ou blog.

Entre essas funções, podemos destacar:

  • Adicionar, programar e editar posts para o site ou blog como se estivesse escrevendo no Word, por exemplo;
  • Inserir e editar arquivos de mídia, como imagens, vídeos e áudios;
  • Criar novas páginas, menus, categorias e tags para o site;
  • Moderar os comentários dos visitantes;
  • Acompanhar dados básicos de acesso;
  • Editar a aparência do site;
  • Gerenciar os níveis de permissão para os administradores da página;
  • Criar, adicionar, editar e excluir plugins e extensões;
  • Exportar e importar dados do site ou blog.

Quais são suas vantagens?

Se você ainda não entendeu o porquê do WordPress ser o sistema de gerenciamento de conteúdo mais usado no mundo, a hora é agora.

Selecionamos nada menos que 7 benefícios para te mostrar, de uma vez por todas, que o WordPress é o sistema definitivo para quem deseja ter um site que lida com conteúdo dinâmico.

Mesmo quem ainda não tem um blog já deve usar o sistema, por conta destas 7 vantagens:

1. Uso intuitivo: você não precisa dominar códigos de programação!

Se você quer ter um site hospedado ou gerenciado no WordPress, você dificilmente terá que se preocupar com códigos ou linguagem de programação.

O uso do sistema é bastante simples. Por exemplo, na hora de editar um texto, você pode colocar palavras em negrito, justificar um parágrafo ou inserir uma imagem no conteúdo por meio de botões que o editor da plataforma indica.

Quem lida com programação web sabe que uma das formas de código mais simples que existem é o HTML. Mas se você não sabe o que é isso, não tem problema, porque nem vai precisar usá-lo. 

Grande parte das funcionalidades do WordPress está acessível a poucos cliques e sem necessidade de uma linha de código sequer.

2. Instalação fácil

Outra grande vantagem do WordPress é que você não perde tempo para começar a usar todos os recursos oferecidos, pois a instalação é bem rápida.

A propósito, esse é um dos detalhes mais enaltecidos no site da plataforma. Sua famosa instalação que dura entre 5 e 10 minutos é um dos diferenciais em relação aos concorrentes.

O WordPress preza pela facilidade e rapidez não só na instalação, mas também em suas atualizações. Essas podem ser feitas de forma automática e também muito rápida, até mais do que a instalação inicial.

3. Alta oferta de plugins e extensões

O objetivo dos plugins é ampliar e melhorar a experiência de uso de um site, tanto para os administradores quanto para os visitantes.

Por exemplo, existem extensões que permitem criar galerias de fotos, aumentar a segurança do site e melhorar a velocidade de carregamento das páginas.

Em outras palavras, os plugins e extensões servem como esteroides que deixam seu site ou blog ainda mais forte e poderoso.

Mas o mais legal mesmo é a alta oferta de plugins. Atualmente, são pouco mais de 50.000 disponíveis para instalação, e o melhor é que os principais são gratuitos!

4. Troca de templates sem alterar o conteúdo

Outro ponto que conta a favor do WordPress é a simplicidade para mudar o visual de um site sem que isso prejudique os conteúdos já publicados.

Por exemplo: vamos supor que você está insatisfeito com o template (modelo pronto de layout) atual do seu blog.

Mesmo que você já tenha dezenas de blog posts publicados no site, a mudança pode ser feita sem que nenhuma das publicações seja perdida.

A única coisa que muda é a forma como esses conteúdos passam a ser apresentados visualmente para o público, um típico ganha-ganha que é outra prova da flexibilidade do WordPress.

5. Utilização em dispositivos móveis

Pensando na facilidade para seus usuários, o WordPress também disponibiliza o acesso à plataforma via dispositivos móveis.

Dessa maneira, se você tem um smartphone ou tablet com sistema Android ou iOS, poderá fazer o download do app do WordPress para gerenciar seu site na palma da mão.

O legal é que os dois aplicativos funcionam tanto para os sites baseados no WordPress.com quanto no WordPress.org.

6. Sistema de código aberto

Essa também vai para a primeira prateleira das vantagens do WordPress.

O fato de o código fonte do sistema ser aberto permite que qualquer pessoa possa editar, aprimorar e personalizar suas versões, temas e plugins.

Quer um benefício claro do WordPress ser um software de código aberto (também conhecido como open source)?

A tradução da plataforma para o português brasileiro foi uma conquista notória da comunidade de desenvolvedores do WordPress no Brasil.

Além do mais, grande parte dos recursos que o WordPress possui veio de iniciativas dos usuários da ferramenta.

Claro que, para modificar o código do WordPress e personalizar seu site, você precisará ter um bom conhecimento em programação ou um profissional de desenvolvimento ao seu lado.

Mas o fato é: com o sistema aberto e uma comunidade ativa, como é o caso, o WordPress tem tudo para continuar evoluindo muito. 

Em muitos sentidos, isso é até melhor do que contar com um sistema proprietário com uma equipe dedicada de suporte, por conta da inovação e do custo operacional.Tem interesse em criar o seu próprio site? Pois, confira esses outros conteúdos:
Stage: performance, conversão e segurança para WordPress
Entenda o que é CSS e quais as suas funções na internet
WooCommerce: o que é, como funciona o plugin para criar sua loja virtual

7. Atualizações constantes

A quantidade de atualizações do WordPress é uma consequência dessa participação ativa da comunidade de desenvolvedores voluntários da plataforma.

Desde a versão 0.70 até a 5.2.2 (lançada em junho de 2019), foram mais de 75 atualizações que melhoraram a usabilidade do sistema e o tornaram mais seguro.

Detalhe importante: as atualizações do WordPress podem ser feitas automaticamente em seu sistema. Apesar de ser mais simples, recomendamos que você atualize manualmente (explicaremos o motivo quando falarmos sobre como otimizar seu site na plataforma).

Conheça nossos planos de preços.

Clique no botão abaixo e veja tabela de preços